| 

2
5
3
1
Nou Ti Kwen Paradi
Haiti

O principal objectivo da proposta é a realização de um protótipo de habitação autosuficiente, de baixo custo e com condições superiores de higiene que proporcione um
ambiente saudável, procurando melhorar as condições de habitabilidade de populações
com HIV/Sida e Tuberculose, aproveitando os recursos humanos e naturais existentes
na região.
Uma unidade de habitação com estas características procura responder à necessidade
primária de abrigo. Respondendo a esta problemática, a casa respeita o contexto climático
da região, através da sua morfologia. A combinação de elementos de sombreamento e
utilização de ventilação cruzada, reduzindo a humidade interna, contribui assim para um
melhor conforto térmico e diminuição do risco de transmissão de doenças.
Funcionalmente, a cozinha é o palco central das actividades sociais, donde se desenrolam
as restantes áreas mais privadas e os dois pátios exteriores.
A planta em “h” permite aos seus habitantes ter uma proximidade com o exterior e
apreciar a interacção social com a restante população. Estas áreas exteriores têm um
duplo papel, para além do que foi referido anteriormente estes pátios funcionam também
como um canal de ventilação, que se traduz numa melhor salubridade do ar no interior,
evitando assim , a propagação do vírus comum na região.
Introduziram-se sistemas inovadores de gerenciamento de eletricidade e água potável
contribuindo para uma auto-suficiência mais eficaz.
O objectivo final desta proposta, é o de, através da sua construção de forma repetida,
criar um ambiente e uma habitação urbana.

The aim of the proposal is to put together a sustainable, cost effective and healthy environment prototype for a housing unit in Haiti. The main issue that this proposal wants to address is the improvement of the current housing conditions by taking advantage of both human and natural resources available in this region. Using what is accessible in the area where this unit is located makes it possible to aspire for a healthier context in where people living with HIV/Aids can live peacefully and take better care of their infirmity. An affordable self-sufficient unit can resolve the daily concerns and free its inhabitants from the primary need of shelter. Our project points a way to create a solution to this urgent matter. The house takes into account the tropical context of this region, by adapting in its shape the use of big overhanging elements for better shading and using crossed ventilation schemes to reduce humidity indoors. Introducing the kitchen area as a central stage for social activities, the house unfolds from this nuclear zone to the remaining more private and social areas. It’s highly connected to the outside spaces and separates the two courtyards and unites the various resting chambers. The “h” shape layout allows its inhabitants to have a close proximity to the outside and enjoy social interaction. These outside areas have a double role as they provide both a Lakou as well as buffer zones for better ventilation for the house. Thus preventing a wider spread of the common viruses in the region. Introducing innovative ways of generating electricity and water management systems contribute to its self sufficiency. The goal of this concept is to create, through repetition, a sustainable urban dwelling.
Pedro Pinto Correia 
 All rights reserved © 2012
geral@pedropintocorreia.com